quinta-feira, 22 de outubro de 2009

ESTREANTES E NOVATOS

José Martins Jr e seu Puma .
Os carros da KINKO , muito bem feitos .

1971 , naquela época as corridas , principalmente de estreantes e novatos eram poucas , já havia estreado em Março e agora ia fazer minha primeira corrida na Divisão 3 . Aluguei um carro da equipe de Pedro Victor DeLamare , um VW azul marinho , pilotado antes por Marcio Brandão filho de Oswaldo Brandão e primo do meu amigão João Lindau . Fiquei louco para acelerar logo que vi o carro , seus Weber 48 , suas rodas Scorro se não me falha a memória 6 pol. na dianteira e 7 na traseira com pneus Pirelli Cinturato 165 na dianteira e 185 na traseira , sua caixa de cambio era Caixa 3 , o volante lembro até hoje , um Fittipaldi . Banco concha e cinto só abdominal !! Lembro até numa vistoria do Barão - Wilson Fittipaldi - me dizendo que uma das hastes do volante estava amassada . O contagiros estava quebrado , quando disse ao Pedro ele me mandou pilotar de ouvido ! Estava louco para entrar na pista , nada importava queria acelerar .
Na primeira saída , aquela 1ª marcha super longa , com a susseção 2ª , 3ª , 4ª bem próximas , no meio do "Retão" já estava engatando a 4ª . Seu motor usava um comando de valvulas P 3 , desenvolvido pela MM uma cópia do Iskanderian 10/10 , acredito que tivesse uns 100 hp , ah! ia esquecendo seus freios eram a tambor !!!!!
Logo me adaptei ao carro e comecei a andar forte , devo naqueles testes e treinos para corrida ter dado umas dez rodadas , fazia parte .
A corrida seria em duas baterias de seis voltas cada e os favoritos eram o Puma do José Martins , preparado pela MM -um abraço Crispim - e os carros da KINKO muito bem feitos e tendo seus pilotos Hiroshi Yoshimoto , Kenety Yoshimoto e José Maldonado já disputado algumas corridas na categoria . Outro piloto que havia estreado comigo tambem correria Alfredo Guaraná Menezes . No grid uns trinta carros e eu estava na segunda fila atrás do Puma das feras da KINKO e ao lado do Guaraná .
Na largada minha Caixa 3 me deixou em ultimo , tendo todo mundo me ultrassado , numa corrida de recuperação e fazendo mais de vinte ultrapassagens terminei a primeira bateria em 6º lugar .
Na segunda bateria lembro de ter largado um pouco melhor , mas tendo que fazer mais de dez ultrapassagens foi muito difícil chegar nos ponteiros , o Guaraná e eu não tínhamos condições de enfrentar aqueles "foguetes" . No resultado final das duas baterias venceu o Puma do José Martins - piloto , dentista e uma simpatia - tendo Hiroshi Yoshimoto em 2º , Paulo Kondrckti em 3º , José Maldonado em 4º , Guaraná em 5º e eu em 6º . Guaraná na época começava mais já era rapidíssimo , depois veio a se tornar um dos mais rápidos pilotos que tive oportunidade de ver .
Essa foi minha primeira experiência na Divisão 3 , naquele ano ainda corri mais duas ou três vezes com o mesmo carro , inclusive na preliminar do Torneio Sulan . Quebrei em todas , o interessante é que corria com o número de Pedro Victor 0 84 .


O Ranking Auto Esporte de estreantes e novatos 1971 .

Agradeço as fotos a José Martins Junior e ao Felipe Nicolielo - http://www.pumaclassic.com.br/

2 comentários:

Felipe Nicoliello disse...

História interessante Rui, sempre é bom lermos os relatos de quem viveu o momento.

Joel Marcos Cesetti disse...

Olá Rui, sensacional a descrição real de que estava lá e no momento de freada!

Hoje domingo após ler todo o blog vou inverter as coisas por aqui.

Vou criar um espaço, como fiz ontem para o Massimo Pedrazzi e avivar a div.3 por onde andam os pilotos,os carros dá para restaurar(parece que já tem um a ser restaurado certo?)e assim vai...vou utilizar as suas imagens para divulgar certo?

abs.
joel - Sport Protótipos.